Como escolher a taxa de enxofre do óleo diesel |
23 de Janeiro

Como escolher a taxa de enxofre do óleo diesel

O óleo diesel é um combustível muito importante, utilizado em motores de combustão interna e ignição por compressão, como em veículos rodoviários, ferroviários ou marítimos, bem como em máquinas agrícolas, industriais e geradores de eletricidade. Nos últimos anos, esse tipo de combustível vem se tornando cada vez mais eficiente e menos poluente, especialmente por causa da redução de seu teor de enxofre e dos prejuízos evitados com o combate à contaminação do diesel.

Derivado do petróleo, o óleo diesel é composto de hidrocarbonetos, nitrogênio, enxofre e oxigênio. Com usos e aplicações diversos, ele pode ser encontrado em vários tipos no mercado, que se diferem conforme sua concentração de enxofre, principalmente. O diesel S10, por exemplo, possui 10 ppm (partículas por milhão) de enxofre, ao passo que o diesel S500 apresenta 500 ppm, como o nome sugere.

No Brasil, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vem incentivando, nos últimos anos, a redução da taxa de enxofre do óleo diesel utilizado no território nacional. Atualmente, para uso rodoviário, estão vigentes apenas o diesel S10 e o diesel S500, menos poluentes. Por outro lado, o diesel S1800 só pode ser aplicado em atividades não rodoviárias, como em mineração, ferrovias e termoelétricas.

Diferenças na taxa de enxofre do óleo diesel

A redução da taxa de enxofre do óleo diesel gera algumas diferenças. Além de emitir menos gases poluentes, há menor acúmulo de resíduos no motor e nas válvulas. Assim, a eficiência é mantida por mais tempo, com necessidade de intervenções e gastos com manutenção menos frequentes. Confira a seguir alguns dos principais aspectos a ser considerados para saber escolher a melhor taxa de enxofre do óleo diesel, conforme cada veículo ou forma de aplicação.

Poluição

O enxofre, emitido em partículas, é uma substância poluente, nocivo ao ar e à saúde humana e animal. Dessa forma, a taxa de enxofre do óleo diesel indica o quão poluente é o combustível. Sendo assim, o diesel S10 emite menos partículas poluentes do que o S500, por exemplo.

Durabilidade

O enxofre emitido entra em contato com o calor e a umidade do sistema. Isso amplia os riscos de corrosão das peças e de todo o equipamento. Assim, combustíveis com menor taxa de enxofre no óleo diesel, como o S10, podem aumentar a durabilidade do motor, reduzindo as chances de corrosão.

Desempenho

O uso do diesel S10, com menor teor de enxofre, também possibilita  o desempenho mais eficaz do motor. Isso se dá pelo fato de o S10 receber um refino diferenciado.  Tal processo amplia o indicador de cetano, que permite melhor qualidade de ignição, otimização da queima de combustível e da partida a frio.

Coloração

Os óleos diesel S10 e S500 possuem coloração semelhante, sendo transparentes ou levemente amarelados. O diesel S500 tem tonalidade avermelhada, e o S1800, tonalidade amarelo-escura, quase marrom.

Observações e cuidados

Graças ao processo de refino, o diesel S10 possui maior quantidade de hidrogênio, assemelhando-se aos solventes. Com isso, há menor contaminação dos fluidos e menos acúmulo de sedimentos no tanque e no sistema de combustível. Isso favorece o desempenho e a longevidade do motor.

Contudo, considerando esse fator, o diesel S10 pode soltar sedimentos deixados pelo diesel S500 ou pelo S1800. Uma vez suspensa, essa sujeira é capaz de entupir bicos, mangueiras e filtros, causando danos e prejuízos sérios. Sendo assim, ao trocar o óleo diesel em máquinas com motores mais antigos com os tipos S10 ou S500, é preciso esvaziar o tanque, trocar os filtros e limpar o sistema de injeção com os fluidos adequados.

Saber a taxa de enxofre do óleo diesel é muito importante

A filtragem é um dos métodos mais importantes para combate e prevenção da contaminação do óleo diesel. Atuando na redução do teor de água e na separação de partículas sólidas e outros contaminantes do óleo, esse processo restaura suas propriedades, garantindo o bom desempenho dos equipamentos.

Além de ser um processo simples e eficiente, os resultados da filtragem do óleo diesel oferecem benefícios ao maquinário. Essa metodologia proporciona melhor rendimento do motor, prolongamento da vida útil das peças, ignição mais rápida e redução de custos com intervenções e manutenções desnecessárias.

Para saber mais sobre a necessidade de filtrar o óleo diesel, leia o nosso post sobre o tema. Aproveite e fique a par de tudo que podemos fazer pelo sucesso de seus negócios: faça uma cotação com a nossa equipe de especialistas.